Proposta de Reforma Administrativa é incoerente em vários aspectos

Embora a administração pública brasileira careça de mecanismos que impulsionem um aumento de eficiência e produtividade, a atual proposta de Reforma Administrativa – a PEC 32/2020, apresentada pelo Governo Federal, aborda o tema de maneira equivocada e não produzirá os efeitos buscados nem no ponto de vista de economia de recursos nem na melhora da prestação de serviços à população.

A opinião é do Consultor Legislativo do Senado Federal – Gilberto Guerzoni, e integra a série de Podcasts “Reforma Administrativa – O que esperar ?”, produzida pela ALESFE – Associação dos Consultores Legislativos e Advogados do Senado Federal.

Clique aqui e confira as edições já publicadas